sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Um jantar tão bom

Ontem fui jantar fora com o meu Ricas. Fomos ao Afreudite, um restaurante ali para os lados da expô. Já não ia lá há uns anos e foi óptimo, como sempre.

Adoro o ambiente, só com velinhas, comida diferente (afrodiasíaca, dizem eles), um cenário mesmo giro.

No fim do jantar dão-nos sempre uns papelinhos para escolhermos e sai de lá um poema.



Ora aqui vai o que me saiu:



"É uma palavra curta, mas contém tudo:

Significa o corpo, a alma, a vida, todo o ser.

Sentimo-lo como sentimos o calor do sangue,

Respiramo-lo como respiramos o ar,

Trazemo-lo connosco ao mesmo tempo

que trazemos os nossos pensamentos.

Nada mais existe em nós.

Não é uma palavra; é um estado inexprimível

Designado por quatro letras..."



A minha mãe chega hoje! VIVA! Tou com saudades da minha mami linda. Desde maio que não nos vemos.



Quero deixar um grande beijo muito especial às minhas amigas do peito e do coração.



Beijocas gordas para todos os meus visitantes e um grande, grande fim de semana!

17 comentários:

tila disse...

Loulou, com que então restaurantes afrodisiacos, pois...pois...

É assim mesmo essa palavrinha com quatro letras precisa de ser regada, nem que seja com especiarias ;)

Ador ver-te com esse corte curtinho é muito fashion, beijos para ti

Aida guimarães disse...

Loulou,

Amiga, até sinto por aqui a tua ansiedade em abraçares a tua Mami.

Vai ser só miminhos......
Vê lá não te esqueças de nós!!??


Beijos grandes e Bom fim de semana

cristina j, disse...

Bem, a mamy vai "sofrer" grandes apertões... mas elas gostam e nós também.

Quanto ao restaurante...olha não sei o que se passa nestes blogs, mas deve ser algum vírus...

Tá bonito, tá!

Bjinhos e bom fim de semana

Mimas disse...

Ai a Loulou e o Ricas no Afreudite, ai, ai! Ontem quando passei no novo troço do eixo norte/sul bem me pareceu ver chamas numa das janelas!...Afinal o amor é fogo que arde e que se vê!

Olha estou para aqui a divagar porque só sabes é falar-nos de comida e estou outra vez com uma larica dos diabos, vou almoçar!

Bjs e bom fim de semana com a mami.

Mimas

cristina j, disse...

Mimas, cuidado... não fiques tu outra vez parada no trânsito...

Mimas disse...

Cuidado...porquê?...já disse asneira, não? Olha está dito e não vou apagar e fica sabendo que já fiz o troço e não fiquei nada parada no trânsito. Aliás aquilo veio desentupir aqui uma data de vias...aqui, no Lumiar, entenda-se!

Bjs , Mimas.

cristina j, disse...

Mimas, filha, enganaste-te no blog... isso é no outro!

Mulher mais despistada...completamente estouvada!

Bjinhos Loulou

Mimas disse...

Tens razão CrisJ! Loulou, querida, não leves a mal e esquece tudo o que eu disse!

Bjks

Nela disse...

Até já trocam os blogues... valha-me Deus... isto é muito triste!

Oh mulheres, escondam-se!

Loulou querida, nem é preciso desejar-te um bom fim de semana, com a mami cá vai ser um estoiro.

beijinhos grandes

Loulou disse...

Eu até agora não percebi o que a Mimas poderá ter trocado... O que ela escreveu faz sentido, mas pronto. Deve-me estar a passar alguma coisa ao lado.

Beijocas

Miss Curvaceous disse...

Oi minha linda.. vim espreitar o teu blog... maravilhoso esse teu poema :) Um beijão muito grande e um abraço bem forte *natacha* (ah.. não ligues ao meu blog.. é um projecto que pretendo desenvolver mas que se encontra em stand-by!) Um beijo fofo como tu :)

Mimas disse...

Toma, vão buscar! "Gaja que é do Lumiar ninguém manda calar!" Pronto também já inventei um!

Bjs

MARILU disse...

Loulou.

Vou-lhe dedicar um poema da minha autoria.

Mulher que se preza depois de casar fica mais bonita para o marido encantar isssssssssss.ÉS LINDA.

BiChOs Do MaTo disse...

Onde fica esse restaurante????
é mesmo lá no parque das Nações, tb lá quero ir com a minha cara metade.
bjs e bom fds
Lara

cristina j, disse...

Olá Loulou, então o fim de semana, muito mimo?

Bjinhos

Loulou disse...

Olá Cristina, o meu fim de semana foi muito bom. Vocês tiveram um lindo sábado, não é?

Beijocas

Mimas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.