sexta-feira, 7 de maio de 2010

O Max


O Max deixou-nos ontem, com 17 anos de idade e já cheio de problemas de saúde. Tivemos óptimos momentos com este lindo caniche grande, sobretudo porque era tão esperto e inteligente. Várias coisas não lhe escapavam, tinha uma memória fantástica e havia palavras que nem podiamos dizer ao pé dele, como "praia". Mas isso tudo foi antes de ter começado a piorar de saúde, principalmente desde o ano passado, quando lhe diagnosticaram diabetes. Sim, os cães também podem ser diabéticos.

Descansa em paz, Max Merengue (como o meu pai lhe chamava de vez em quando)

8 comentários:

Lina Querubim disse...

Loulou lamento!
Assim que li e vi a foto imaginei logo...já tinhas feito outros post dele. São Amigos de 4 patas maravilhosos que deixam muita saudade, espero que o Max esteja no outro lado do Arco-Íris junto com o meu Doggy e tantos outros!

Beijinhos Loulou e lamento uma vez mais.

Nela disse...

Oh, fofinha, que pena... :o(
Lamento muito.
Uma beijoca grande para todos

Isa disse...

Lamento.
um beijinho

Anónimo disse...

*
Carmen

Isa disse...

O cão é o melhor amigo do homem, porque será?!
Lamento Loulou e beijinhos.

imel disse...

Lamento.

Um beijinho gordo

Sofia Santiago disse...

Tenho muita pena Lu. Acreditas se te disser que ontem pensei "Esqueci-me de perguntar à Lu pelo Max!"
Se há coisa que me incomoda é que estes seres maravilhosos, tão próximos de nós, tenham tão pouco tempo de vida. Vai fazer companhia ao Zig, de quem tenho tantas saudades!
Beijo especial, também para os teus pais

Lina Querubim disse...

Olá, a esta hora já deves estar em casa.
Beijinhos para ti, Ricardo e Pais.

Ps- Deixo aqui um agradecimento especial em meu nome e do Kim ao teu Papi :o)