sábado, 1 de dezembro de 2007

Perdi a minha segunda mãe...


Como alguns já sabem, no dia 28 (4ª feira) perdi a minha avó de forma inesperada. Ninguém contava com isso, pois ela estava bem e ainda era muito nova.
Foi um choque para mim, foi uma situação que nunca me passou pela cabeça, pois para mim, a minha linda avó era imortal. Continuará a ser no meu coração e no resto da minha vida.
Soube no dia seguinte que afinal a quimio tinha resultado tão bem, que o tumor não era invasivo e não tinha metástases ganglionares. Para além disso, não é sensível à estrogénios. Notícias boas, que gostaria de lhe ter contado, mas fi-lo à mesma, assim que cheguei ao Porto.
Ela tinha um ar tão sereno, com um leve sorriso no rosto. Foi como sempre quiz ir, sem sofrer e dar trabalhar aos outros. Nunca se queixava, nunca queria chatear os outros. Estará sempre a iluminar a vida de todos nós...

Obrigada a todos pelas palavras bonitas, em especial à Aida, querida amiga, que passou plea igreja ontem para me dar apoio.

10 comentários:

cristina j, disse...

Loulou, querida, não perdeste não...apenas ficarás um tempo, muito tempo, sem estares fisicamente com ela.

E quando recebeste as noticias tão boas, ela certamente estava lá contigo, apenas não se mostrou.

E onde quer que vás, ela irá a acompanhar-te, como gostarias que fosse...

Bjinhos e que continue a correr tudo bem com o pós-operatório.

Anónimo disse...

....

Observei seus traços suaves...
suas mãos enrugadas,
imaginei quanto carinho teria feito!
Ela beijou meu rosto,
Segurou minha mão,
e o que mais belo vi?
Foi seu olhar.
Havia a pureza dos anjos
a sabedoria dos ancestrais,
a magia dos deuses,
a alegria duma criança.
A certeza de quem viveu
de quem amou...

Ainda hoje sofro a saudade da minha avó.
Beijinhos. laura

Nela disse...

Não tive o privilégio de conhecer avós ou avôs. Não sei o que é ser neta...

Por a teres conhecido, por teres tido a riqueza de a ter contigo, ficaste melhor pessoa, decerto. Agora sofres a perda, mas ficará para sempre todo um património de relacionamento que nunca esquecerás.

Estou tão feliz, mas tao feliz por saber das tuas boas notícias. Esses resultados são o melhor presente de Natal que podias ter agora.

Um enorme beijinho para ti, minha Rainha querida.

Anónimo disse...

Uma boa e uma m� noticia na mesma altura. Queria s� dizer-te que acho, que a tua av� onde quer que esteja, estar� feliz...por ti.

E n�s tambem estamos muito felizes, porque o susto teve um bom fim...est�s curada de certeza amiga.

Tudo de bom para ti e para o teu ricas, que bem merecem.

beijinhos

Isa-retratoiluminado

Anónimo disse...

Lueji,
Na vida, parece que constantemente estamos a ser testados quanto à nossa coragem. Coragem que se baseia em não desistir, apesar dos obstáculos e sofrimentos. Coragem que aparece quando não nos deixamos dominar pelo medo. É interessante observar que a coragem surge quando decidimos enfrentar o que tememos, pois ela não é ausência de medo, ela é arriscar, apesar de...
A coragem acompanha a realidade, não luta contra ela, é resultado da aceitação do que se pode fazer e do que não é possível mudar.
A coragem aparece quando, mesmo ansiosos perante o novo, continuamos em frente e nos aventuramos a viver o hoje, sem deixar que o medo do futuro paralise nossas vidas. Coragem hoje e sempre minha cunhada querida...da tua sempre Anita.

Dyna disse...

Olá Lulu

Já estive para passar por aqui para dizer um olázito e desejar que a recuparação da cirurgia fosse suave e rapida, pois também eu fui operada no mesmo dia, embora a outra causa. quando estava a entrar para o bloco operatório pensei em si. A minha passagem aqui neste momento serve para lhe transmitir algum conforto em meu nome e em nome da Anixinha pela perda da sua avó, não há palavras! quando perdi a minha tive a sensação que o mundo ia desabar, mas tudo se ultrapassa minha querida e o importante é pensar que onde quer que seja que elas estejam, estarão bem e olhando por nós, embora a presença fisica delas nos faça sempre muita falta. A anixinha confessou-me que ainda não passou por aqui e não se manifestou neste doloroso momento porque para ela também doloroso, contudo eu tomei a liberdade de dizer ai que ela sente o seu sofrimento. Bjinhos das algarvias e mt coragem.

isa guerreiro disse...

Olá loulou, só agora ao visitar o teu blog, soube da tua avó. Lamento.
Sei o q é perder uma avó, que foi tudo para nós, mas é como elas já aqui disseram, em nós elas permanecem em nós.
um beijinho grande

Milena disse...

Alo Luzita, so hj passei por aki, nao soube da tua avo. I'm sorry... Mas ao mesmo tempo fikei super feliz com a outra noticia. Mta força gaja, SEMPRE! Beijocas grandes!

marilu disse...

Olá Loulou, não sei que diga, nestes momentos não há palavras, não se sabe que dizer porque perder alguem querido ~e muito doloroso, mas duma coisa podes ter a certeza! é um anjo que tens no Céu a velar por ti beijnhos e cuida-te minha rainha linda .

Carla (bichinho faz de conta) disse...

Minha querida Loulou, nem sei o que te dizer... primeiro, que estou muito feliz por tudo estar a correr bem contigo e segundo... que fiquei muito triste com a tua perda. A tua avó estará sempre presente para te iluminar a vida, como disseste. Um abracinho apertado.